Newsletter | Receba por email as informações do Centro Ásia

© 2008-2019

Otsukimi – Festival de observação da Lua no Japão





Muitos estudantes e amantes da cultura japonesa com certeza já ouviram falar sobre o Hanami (花見), que é um festival que celebra a florada das cerejeiras, e que no Japão a data da celebração varia de região para região, entre março a maio. Mas vocês já ouviram falar sobre o Otsukimi?

Otsukimi (お月見), ou apenas Tsukimi (月見) é um festival que celebra a lua cheia nos meses de setembro a outubro, a depender da data da lua cheia. Este festival dedicado à Lua tem uma longa história no Japão. Originário da China, ele é chamado de Festival do Meio de Outono e foi adotado pelo Japão durante o período Heian (平安時代794-1192), onde a lua de outono é chamada de Chuushuu no Meigetsu (中秋の満月Lua da Colheita) e a noite de lua cheia é chamada de Juugoya (十五夜). Ele era realizado por pessoas da realeza e aristocratas, que se reuniam sob a lua cheia para recitar poesias e compor músicas dedicadas à lua. Muitas vezes essas reuniões aconteciam em alto mar, a bordo de embarcações, a fim de ver o reflexo da lua cheia sobre a superfície da água.

Segundo os japoneses, na época do outono a lua cheia fica ainda mais bela, e é possível enxergar nela a sombra de um coelho com um pilão, o qual estaria fabricando o mochi (もち), que nada mais é do que um bolinho de arroz, mas não como o bolinho de arroz que comumente comemos aqui no Brasil. O mochi é feito com arroz japonês chamado “mochigome”. Depois de moído ele fica com um aspecto “puxa-puxa”, sendo então moldado em formato de bolinhas. É comumente apreciado com molho shooyu (しょうゆ) e açúcar, para os que gostam dele mais doce.

Antigamente o processo de fabricação do mochi era feito com um pilão, onde uma pessoa mexia a massa de arroz e a outra batia com o pilão. Hoje ainda é possível encontrar essa tradição em alguns festivais e comemorações por todo o Japão. Algumas famílias mantem a tradição de prepará-lo em casa.

Na época do Tsukimi é comum decoar a casa com itens que remetam a comemoração. Os itens mais comuns são os bolinhos de mochi e as folhas de susuki (すすき- cortadeira selloana é seu nome científico, mas também é conhecido popularmente como capim-das-pampas, erva-das-pampas, paina, penacheiro, penacho-branco ou plumeira). Alguns lugares fazem bolinhos de mochi no formato de coelhos, para chamar mais atenção e aumentar a vontade de saborear um, como mostra a foto abaixo.


O Tsukimi este ano será comemorado no dia 13 de setembro. Que tal fazer um origami para enfeitar a sua casa e apreciar a lua?


Artigo escrito por Patrícia Novellini, professora de Japonês do Centro Ásia

81 visualizações